Mamãe não quer brincar agora.

Olá!

A impressão que eu tenho é que as pessoas estão se tornando cada dia mais mecânicas e que nossas reações e sentimentos precisam ser automáticos. Um exemplo disto são as campanhas que eu vejo nas redes sociais falando sobre pais brincarem com os filhos. Recentemente uma reportagem mostrava crianças cantando uma música para os pais deixarem de mexer no celular e brincarem com elas.

Ah o celular. Sempre ele. O vilão da história. Ele que nos rouba o tempo de estar com nossos filhos!

Mas eu me pergunto: E quando ele não existia? Quem impedia os pais de  ter esses momentos com suas crias? A televisão? Os livros? O trabalho? O quê?

Brincar para mim é algo prazeroso, que deve preencher grande parte ( se não a maior) do cotidiano das crianças. É algo que eu já gostei muito de fazer. Brincar de boneca, de amarelinha, de pique esconde, de rouba bandeira…. Enfim… E tudo isto sem a intervenção dos meus pais. Eles nunca foram do tipo  que brinca com os filhos. Mas calma lá. Eu não tenho nenhum trauma com isto! Pelo contrário. Brinquei muito. Com meus irmãos, primos, colegas, amigos e sozinha! Sim, sozinha e envolta em minha imaginação eu já inventei muita brincadeira.

Mas hoje o brincar precisa ser institucionalizado,pedagógico, politicamente correto e com hora marcada. Depois de um dia exaustivo de tarefas, quando a gente está com as costas tortas de cansaço. Tem que brincar! Se não brincar não é boa mãe, bom pai. Se não brincar a criança fica traumatizada. E aí, dá-lhe culpa!

Que tipo de mãe ou  pai eu sou que não brinco todos os dias com meu filho?

Eu sou aquele (a) que brinca quando eu sinto vontade, que dá bronca também, que perde a paciência, que trabalha para oferecer bens materiais também, necessários.

Posso dizer sem medo que seus filhos não ficarão traumatizados se você não estiver sempre disposto a brincar com eles. Mas em contrapartida eles perceberão sim quando você brincar contrariado, de cara fechada, só para cumprir a obrigação do check list do “pai legal” ou “mãe legal”. Só para postar nas redes sociais:

“Olha como eu sou legal, eu brinco com meu filho”!

Não se sinta culpado se você não tiver paciência e não achar tão divertido assim brincar de carrinho, boneca ou bola. É normal, você cresceu!

Mas quando sentir vontade e for de coração, permita-se!!!

Não coloque mais esta culpa na sua conta. Está cansado? Vai descansar. Quer ficar uns bons minutos no celular ? Fique! Você é gente também! Não é só mãe, não é só pai. Você é um ser humano, dotado de outros interesses que não sejam somente a cria!

E fica tranquilo que seu filho vai entender, vai continuar brincando e te amando do mesmo jeito! Porque criança é mais simples do que a gente imagina. Adulto é que complica tudo!

♥♥

 

lego-1044891_960_720

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s