Cinco nomes de meninas e seus significados

 

A escolha do nome é com certeza uma das etapas mais importantes da espera por um filho. Muitas pessoas já definem muito antes de pensar em ter filhos, quais serão os nomes dos seus futuros rebentos. Outras, escolhem o nome da moda, ou algum que de repente passa a soar como perfeita escolha.

Listamos aqui  de meninas que não são muito habituais nas listas dos mais populares no Brasil, mas que podem ajudar você que está na dúvida a se decidir.

Vamos lá?

Aurora–  Tem origem  no latim e  um significado lindo: Nascer do Sol ou Raiar do dia.

download (11)

Olívia– Eu amo esse nome! Acho delicado e forte ao mesmo tempo,rsrsrs. O significado não é dos mais interessantes, azeitona, hahahahaha. Mas nem por isto deixa de ser um nome encantador.

images

 

Isabel– Muito menos popular que seu derivado Isabela, este nome tem um lugar no meu coração. Acho bem lindo. Significa pureza.

 

images (1)

 

Carolina–  Já foi bastante popular, mas ultimamente anda meio deixado de lado. Tem até doce batizado com este nome! Será que vamos ter alguma Carol vindo aí?

download (16)

 

Amanda– Significada “Amada”,  “Digna de Amor”. Um nome cheio corações. ♥

cegonha

E então? Alguns desses nomes é seu preferido ? Conta para a gente qual nome de menina faz seu coração bater mais forte.

 

♥♥

 

Obs: Todas as imagens foram retiradas da internet. Se você é a autora de alguma entre em contato conosco para que possamos dar os devidos créditos.

 

 

 

Anúncios

Dica de Canal no You Tube para mamães e serumaninhos

Olá!

O You Tube virou a televisão dos anos 2010 não há como negar. Canais com milhões de acessos e youtubers com milhões de seguidores estão por todo o lado. O problema é que esta ferramenta tão interessante e disponível ( de graça, só precisa ter acesso a internet) na maioria das vezes é usada para o lado errado. Milhares de canais que incentivam o consumo exagerado entre as crianças e pessoas ficando ricas as custas de propaganda disfarçada de vídeo inocente.

Então quando a gente acha um canal que vale a pena assistir, a gente compartilha, claro!

Vou tentar fazer uma série aqui com alguns que eu recomendo. Enquanto eu não tenho esse tempo, vou indicar um neste post:

Mamalenga  TV do Marcelo Serralva

11229781_689191451203993_4946769845033842925_n

 

Conheci o canal por acaso, quando procurava músicas para cantar com as crianças da igreja. O canal é muito legal para professores e estudantes de Pedagogia, com muitas dicas de atividades e musicalização infantil.

Marcelo Serralva é músico, compositor e instrumentista e professor de musicalização infantil e também desenhista nas horas vagas.

Conheça mais sobre o trabalho dele Clicando Aqui

Além do Mamalenga TV ele também tem os canais Marcelo Serralva

É difícil a gente achar música de qualidade para crianças que fujam das que já existem por aí, super comerciais e pobres no quesito qualidade.

Helena ama as musiquinhas, inclusive a apresentação do dia dos pais na igreja foi do Marcelo. Outra música que ela ama é do ” Paca Chuva” como ela fala:

E claro, a filha dele eu nem preciso falar né.  Uma serumaninha linda de viver!

 Então aproveita a nossa dica e se inscreve no canal!

♥♥

Sete frases que irritam as grávidas!

Olá!

A gravidez é um momento muito especial carregado de expectativas. Mas as vezes as gravidinhas ouvem cada coisa! Selecionamos algumas frases ou comentários que na nossa opinião não devem ser ditos para elas! Vamos lá?

1-Nossa, você vai comer isto? Vai fazer mal para o bebê!

Está certo que toda grávida precisa cuidar da sua alimentação. Porém isto deve ser feito por ela, por um médico ou nutricionista e não pela “Patrulha dos Palpites Alimentares” de plantão. É muito chato quando a gente está se deliciando com aquela comidinha gostosa e calórica (de vez em quando pode né gente) e vem alguém alfinetando e dizendo que aquilo vai fazer mal ao bebê. Muito chato!

2-Tem certeza que é só um? Sua barriga está gigante! Olha que vem gêmeos!

Esta é clássica! Muitas vezes na gravidez a gente fica mais insegura em relação ao corpo! e aí vem aquela pessoa fazer piadinhas ou comentários dizendo ainda que de forma subliminar que estamos gordas! O jeito é fazer cara de paisagem e ignorar.

 3-Vai tentar parto normal né? É melhor para o bebê ou Faz cesária ou vai sofrer que nem cachorro!

Gente, o tipo de parto é uma decisão da mulher em concordância com o médico. Não meta o bedelho neste assunto. Não seja essa pessoa!

4-Vai colocar esse nome no bebê? 

Outra coisa que irrita uma grávida é alguém questionar o nome que ela vai colocar na cria. Você pode até não achar bonito, mas fique caladinho (a). Pode até sugerir algum nome,mas só se for muito íntimo, nível máximo.

5-Você não vai parar de trabalhar depois que o bebê nascer não né!

Outra coisa que só interessa a grávida e ninguém tem que perguntar ou questionar. A não ser que você for se oferecer para pagar os boletos dela,rsrsrsrs.

6-É menino! É menina!

Gente, será que as pessoas tem o poder de adivinhar o sexo do bebê? Porque todo mundo já vem com teorias. Sua barriga tá redonda, é menino. Você tá com espinha, é menina! Outra coisa que irrita é ficar perguntando toda hora se você já sabe o sexo (eu faço muito isto,mas irrita. kkkkkkkkkkkk).

7- Você queria? Foi planejado?

Porque as pessoas perguntam essas coisas? Dá vontade de responder?

Olha, eu levei um susto e no outro dia acordei grávida! hahahahahahaha

 

 

Bom,essas foram algumas frases ou comentários que eu lembrei. E você? O que não gosta que as pessoas falem quando você está grávida? Conta pra gente! Vamos adorar saber!

♥♥

pregnant-1575208_960_720

 

A mãe que eu sou e a mãe que eu achei que seria

A mãe que eu sou grita com a cria. Ela não tem tanta paciência assim quanto achou que teria.

A mãe que eu sou deixa a filha comer doce para conseguir fazer alguma atividade durante o dia. Ela não é tão rigorosa com a alimentação quanto pensou que seria.

A mãe que eu sou deixa a filha ver vídeo e jogar joguinhos no celular enquanto faz as refeições. Ela não é tão habilidosa para fazer a filha comer quanto pensou que seria.

A mãe que eu sou se sente cansada e fica de mal humor. Ela não está disponível 24 horas com um sorriso no rosto quanto achou que seria…

A mãe que eu sou é bem diferente da mãe que eu achei que seria. A mãe que eu sou tem defeitos.. . Muitos… A mãe que eu sou chora… tem medo… Se questiona o tempo todo se é boa mãe… Se culpa…

A mãe que eu sou é um rascunho da mãe que eu quero ser…

Mas pensando bem a mãe que eu sou é de verdade… de carne e osso… ela existe… E é cheia de amor!

E isto no final das contas é que o importa!!!

♥♥

heart-762564_960_720

 

O livro que eu Li- Dica de livro e atividade- Por Céia Morais

Olá!!

 

Vamos de dica de livro e atividade?

 

fffff-1 (1)

 

A Mocinha do Mercado Central

“Não sei quantas almas tenho” – Fernando Pessoa

Stella Maris Rezende, conhece esta pessoa? E Zoraida, Teresa, Simone, Miriam, Nídia, Gilda e Selma? – Não? Então deixe-me apresentá-las. Stella é uma escritora mineira nascida em Dores do Indaiá e as outras mulheres são personagens do livro: A mocinha do Mercado central. O mercado central, se você é mineirim, conhece. Não preciso apresentar, né?

Esse livro, ganhador do prêmio Jabuti de 2012, é voltado para o público juvenil e apresenta, através de Maria, a personagem principal, as viagens que ela fez para vários lugares desde que deixou Dores do Indaiá.

São várias viagens e acredito que elas não contam apenas a história de uma jovem que gostava de trocar de nomes, esses, ela escolhia a partir do significado que eles continham e assumia a personalidade de cada um, por exemplo, Zoráida, mulher cativante e sedutora. Em cada nome, uma personalidade, mas apesar de “tantas almas”, uma coisa não mudou: Quem as carregava. Apesar de que, após a andança, ela voltou mais experiente e diferente de quando partiu.

E foi depois de voltar para casa que ela novamente se encontra como Maria. Suas lembranças e histórias: o primeiro amor e até mesmo sua paixonite pelo ator Selton Melo (ele escreveu um prefácio lindo para o livro), estrupo, suicídio e tráfico, são dramas reais que ela tem que enfrentar até que sua história ganhe um ar de recomeço, liberdade, perdão, reencontro e descobertas.

Stella escreveu de forma poetizada, sútil e muito atual. O livro é de fácil leitura (o início nem tanto) e nos mostra que “a nossa essência é única. Apesar da possibilidade de variar o nosso nome”.

Mais sobre a autora Clique Aqui

download (13)

Compre o e-book Clicando Aqui

 

download (14)

 

 


 

colar

O livro que eu Li- Dica de Atividade

 

Tem dica de atividade? Tem sim!!

 

fffff

 

Dica de atividade: A cidade onde moro

É um jogo de perguntas e respostas para ajudar a criança a fazer referências sobre a cidade onde mora.

Materiais

Cartolina

Cola

Imagens variadas da cidade (praça, museus, fatos históricos, parques, etc.)

Recorte a cartolina (retângulo, quadrado ou círculo) cole em cada um deles as imagens selecionadas e escreva uma pergunta sobre ele, por exemplo:

O que é o que é: não sou doce mais me chamam de pirulito (praça sete / pirulito.). No outro lado do cartão pode-se desenhar uma interrogação, as iniciais do nome da cidade ou deixar em branco mesmo.

A cada carta, após a resposta dos alunos e a revelação da resposta, o professor (a) traz alguma informação sobre o determinado lugar, no caso do pirulito, poderia contar que o nome correto é obelisco e não pirulito e que se trata de um monumento e etc.

O que o aluno poderá aprender com esta aula

1) Conhecer a história da sua cidade a partir de sua própria história.

2) Identificar especificidades da sua cidade e de sua história a partir de registros de fatos e situações.

3) Conhecer e valorizar a cidade onde vive.

4) Conscientizar-se da importância de exercer o seu papel de cidadão na busca pela melhoria de sua cidade.

 

colar

Mamãe não quer brincar agora.

Olá!

A impressão que eu tenho é que as pessoas estão se tornando cada dia mais mecânicas e que nossas reações e sentimentos precisam ser automáticos. Um exemplo disto são as campanhas que eu vejo nas redes sociais falando sobre pais brincarem com os filhos. Recentemente uma reportagem mostrava crianças cantando uma música para os pais deixarem de mexer no celular e brincarem com elas.

Ah o celular. Sempre ele. O vilão da história. Ele que nos rouba o tempo de estar com nossos filhos!

Mas eu me pergunto: E quando ele não existia? Quem impedia os pais de  ter esses momentos com suas crias? A televisão? Os livros? O trabalho? O quê?

Brincar para mim é algo prazeroso, que deve preencher grande parte ( se não a maior) do cotidiano das crianças. É algo que eu já gostei muito de fazer. Brincar de boneca, de amarelinha, de pique esconde, de rouba bandeira…. Enfim… E tudo isto sem a intervenção dos meus pais. Eles nunca foram do tipo  que brinca com os filhos. Mas calma lá. Eu não tenho nenhum trauma com isto! Pelo contrário. Brinquei muito. Com meus irmãos, primos, colegas, amigos e sozinha! Sim, sozinha e envolta em minha imaginação eu já inventei muita brincadeira.

Mas hoje o brincar precisa ser institucionalizado,pedagógico, politicamente correto e com hora marcada. Depois de um dia exaustivo de tarefas, quando a gente está com as costas tortas de cansaço. Tem que brincar! Se não brincar não é boa mãe, bom pai. Se não brincar a criança fica traumatizada. E aí, dá-lhe culpa!

Que tipo de mãe ou  pai eu sou que não brinco todos os dias com meu filho?

Eu sou aquele (a) que brinca quando eu sinto vontade, que dá bronca também, que perde a paciência, que trabalha para oferecer bens materiais também, necessários.

Posso dizer sem medo que seus filhos não ficarão traumatizados se você não estiver sempre disposto a brincar com eles. Mas em contrapartida eles perceberão sim quando você brincar contrariado, de cara fechada, só para cumprir a obrigação do check list do “pai legal” ou “mãe legal”. Só para postar nas redes sociais:

“Olha como eu sou legal, eu brinco com meu filho”!

Não se sinta culpado se você não tiver paciência e não achar tão divertido assim brincar de carrinho, boneca ou bola. É normal, você cresceu!

Mas quando sentir vontade e for de coração, permita-se!!!

Não coloque mais esta culpa na sua conta. Está cansado? Vai descansar. Quer ficar uns bons minutos no celular ? Fique! Você é gente também! Não é só mãe, não é só pai. Você é um ser humano, dotado de outros interesses que não sejam somente a cria!

E fica tranquilo que seu filho vai entender, vai continuar brincando e te amando do mesmo jeito! Porque criança é mais simples do que a gente imagina. Adulto é que complica tudo!

♥♥

 

lego-1044891_960_720