Porque competimos? O mundo materno não é um ringue.

Olá!

Nunca fui uma pessoa muito competitiva. Eu sou daquelas que aceita sim terminar com a briga sem vencer. Isto muitas vezes me trouxe certos problemas,mas na maioria das vezes me livrou de situações piores como por exemplo a perda de uma amizade.

Quando eu entrei no mundo materno,há três anos atrás,  percebi que se existe um bicho mais competitivo do que mãe, eu desconheço. Mães competem por tudo e por  nada!

Quem faz a comidinha mais saudável… Quem amamenta a cria por mais tempo… Qual bebê engatinhou primeiro… Qual andou…. Qual falou… Quem é a mãe que brinca mais tempo com o filho… Quem desfraldou primeiro… Quem vai aprender a  ler primeiro… ? Quem faz a festa de aniversário mais bonita…

Os filhos crescem, a competição continua.

Quem entrou na faculdade primeiro… O primeiro a casar… A comprar um carro,uma casa… A te presentear com um netinho?

É muito comum posts de  mães enaltecendo os feitos de seus filhos o tempo todo nas redes sociais. A criança fez algo considerado precoce, lá está a mãe toda orgulhosa da cria…

Mãe é bobona mesmo, então uma vez ou outra a gente vai se prestar a este papel e não tem nada de errado com isto. O problema é a falta de empatia… Aí a coisa fede mais que fralda suja de cocô.

Outro dia uma mãe toda preocupada com sua filha de um ano e quatro meses que ainda não anda, fez uma postagem em um grupo que eu participo. E dá-lhe comparações cheias de veneno materno.

“A minha filha começou a engatinhar com quatro meses e hoje com onze meses só falta voar. Mas não preocupa não, cada criança tem seu tempo”.

Meu Deus, a outra mãe lá toda preocupada com a filha e a abençoada posta um comentário desses! Claro que eu retruquei né. Capaz que ia deixar passar em branco.

Depois fui no perfil da mamãe que fez o post sobre a filha e deixei uma mensagem inbox, contando da minha experiência com  a Helena, que andou  aos 18 meses e deixando uma sincera palavra de conforto:

Logo sua filha estará correndo para todos os lados mamãe. Quando isto acontecer, me conta,tá…

A moça ficou tão feliz, me agradeceu. E eu fiquei mais feliz ainda porque sei o quanto é horrível as pessoas compararem seu filho com o filho da fulana. Eu mesma já ouvi tanta coisa.. Hoje simplesmente abstraio e faço aquela cara de estátua.

Aqui não é uma competição de qual criança faz isto ou aquilo primeiro…

O mundo materno não é um ringue…

Mais empatia… Menos desamor…

 

 

balloon-991680__340

♥♥

Anúncios

Festinha 3 aninhos da Serumaninha Helena ♥

Olá!

Minha serumaninha fez três anos no último dia 22 de março. Resolvemos comemorar mais uma vez em família com uma festinha simples em casa (na casa da titia). Convidei os avós, tios e primos. Os tios e primos do interior não puderam vir infelizmente.

Para a decoração eu aluguei alguns provençais no estilo Pegue e Monte,super prático. Tentei fazer um painel de papel de seda imitando um muro inglês que não deu certo (não colava na parede,hahaha) e acabou indo parar no chão, virou tapete. O arco de balões virou um “arco desconstruído” por pura falta de habilidade da pessoa aqui. (No You Tube parece tão fácil). Mas no final até que ficou bem bonitinho.

Fiz uns docinhos (não sou muito boa nisto, já falei aqui), alguns tubetes com balinhas, mousse de laranja (receita de uma amiga) e gelatina (que ficou mole, hahahaha). Deus do céu, a pessoa não sabe fazer uma gelatina que preste. A ideia era fazer algo diet para minha sogra, já que ela é diabética. Bom, mas o que vale é a intenção.Encomendei uns salgadinhos na padaria aqui perto de casa  e comprei uns refrigerantes.O bolo foi feito mais uma vez por meu cunhado, que é mestre nesta arte! Ficou uma delícia!

No final das contas o que importou mesmo foi ver a carinha de felicidade da minha serumaninha e reunir minha família mais uma vez para agradecer a Deus pela vida da Helena!

30572200_1310406252426587_4378143890352373760_n30441591_1310406289093250_2702424299163090944_n30441642_1310406295759916_4057324539309195264_n

 

30571753_1310406272426585_3386281786739785728_n

E você? Quer que a festa do seu serumaninho apareça aqui no blog? É só entrar em contato com a gente. Vamos adorar!

 

♥♥

njnmn

A loucura do YouTube!

Olá!

Minha filha tem três anos e já tem suas You Tubers preferidas. Meninas com pouco mais de idade que ela e que possuem milhões de seguidores nas redes sociais. A culpa de ela gostar de assistir estes vídeos é toda minha que em algum momento recorri ao celular para ajudar a calar uma birra ou para conseguir fazer alguma coisa como por exemplo escrever para o blog.

Ela fica bem pouco assistindo a esses vídeos, mas mesmo assim não tem como não deixar de prestar atenção nos excessos de publicidade (sim,porque não sejamos inocentes de achar que são meros vídeos caseiros) e de exposição das crianças.

Agora mesmo vi um vídeo que me deixou um pouco chocada. Uma menina de 5 anos numa cama de hospital se recuperando de um choque anafilático segundo a mãe. A mãe contando que a filha desmaiou, que o que teve foi sério e enquanto isto a criança ficava ali tendo que falar e sorrir para a câmera e dá-lhe hashtag #rumo aos três milhões de inscritos.

Fico pensando o que passa na cabeça desses pais  para gravar vídeo até mesmo quando os filhos estão doentes. Tudo para alcançar mais likes e consequentemente dinheiro. Não vamos nos enganar povo: Ninguém faz vídeo no YouTube para nada. Ter milhões de inscritos dá dinheiro  sim!

Fiquei com pena daquela criança e de toda a sua inocência diante das câmeras alheia ao real motivo daquela gravação. Em outro vídeo não menos de mal gosto, ela aparece no dia da vacina, com direito a close na hora do choro e tudo mais. Sem se dar conta,ela já é aos cinco anos uma das muitas “celebridades do You Tube”.

Em que mundo estamos vivendo em que a corrida pela “fama virtual” está ultrapassando todos os limites? Espero que essa menininha se recupere logo e que possa ter seu direito de ser criança, de não gravar vídeos o tempo todo, de não ter sua vida exposta 24 horas por dia.

Que assim seja!

 

baby-921293__340

Pixabay 

Dica de atividade para crianças

Vamos de atividade?!

Um dica da nossa colunista Ceia Morais para você trabalhar a parte sensorial do seu serumaninho ou para quem é professora e está buscando uma atividade supimpa para trabalhar em sala de aula:

Quem te chamou?

Objetivo:

Com essa atividade pretende-se trabalhar aspectos sensoriais, especificamente a audição, assim como noção de esquerda e direita.

Tempo:

Indeterminado.

Materiais:

Faixa para vendar os olhos

Organize as crianças em uma roda. No centro, deixe um aluno (a) com os olhos vedados. Escolher um aluno da roda para falar o nome do aluno que está no centro. O aluno que está no centro, deve reconhecer quem o chamou e onde está essa pessoa, ou seja, do lado esquerdo ou direito. O professor pergunta: Quem te chamou? De que lado está?

“Uma atividade sensorial é qualquer brincadeira focada na incorporação e engajamento dos sentidos, ou seja, no estímulo da visão, tato, olfato, paladar e audição. Quanto mais a brincadeira exigir a percepção sensorial da criança, melhor será para o desenvolvimento cognitivo, emocional, linguístico e social.”

 

globe-304586__340

 

 

Apresentação2

O Livro que eu Li- Quem soltou o Pum? #dicadelivro

 

Olá!

 

fffff-1 (1)

Vocês estavam ansiosos pela dica de livro  do mês da nossa colunista Ceia Morais? Pois podem ficar tranquilos que ela chegou!

Quem soltou o Pum é um livro muito divertido da autora Blandina Franco com ilustração de José Carlos Lollo. Uma ótima dica para você ler para/ e com seu serumaninho.

 

Vamos lá?

 

Quem tem cachorro já deve ter perdido um tempo para encontrar o nome ideal para dar a seu bichinho. Tem cara de… Enfim, o nome é importantíssimo. Eu já tive a Jully (nome fofinho) e hoje tenho o Blade (embora seja referência ao “caçador de vampiros”, só caça mosquito mesmo. Não pode ver um que sai correndo atrás). Eu tinha uma vizinha (lá na Rua um) que chamava o seu cachorro de “tio tio” e eu ficava me perguntando de onde ela tirou esse nome (confesso que eu relacionava o nome ao vocábulo “tio”, isso mesmo, um tio, irmão do pai ou da mãe da gente, e ficar falando tio tio era estranho. Pelo menos pra mim). Meu esposo teve o Tal Tal, assim chamado porque, na opinião do seu dono, o cachorro se achava o “tal”. Quanta imaginação!

Entendendo ou não o motivo de tais nomes, a verdade é que cada um dá o nome que quiser para o seu bichinho de estimação. Mas cá entre nós, nem em meus melhores sonhos eu teria imaginado um cachorro que atendia pelo nome de “Pum”. Sim, você não entendeu errado. Agora, imagina as situações: pum solto, pum preso, pum fedido, pum barulhento e … Se você pensar nessas situações levando em consideração a ideia original da palavra pode achar que no mínimo são constrangedoras, mas elas podem ser engraçadas (e de fato são) nessa história escrita por Blandina Franco e ilustrada por José Carlos Lollo: Quem soltou o Pum? Fui eu não, hem!

Tenho que confessar que ri muuuuito com essa história. O Pum é um cachorro comum. Come, dorme, pula, corre e late. Até ai não há nada de anormal, né? O que dá a essa história o tom de humor são as situações narradas por um menino que tem o Pum como seu melhor amigo e, nada o deixa mais feliz do que soltar o Pum. Entretanto, quando é solto na hora errada, ele incomoda as pessoas e o pobre menino, seu dono, acaba levando um monte de bronca.

Inconformado com o fato de não poder sair soltando o Pum a qualquer momento, um dia o menino decidiu soltá-lo debaixo do lençol á noite. Outro dia que chovia muito, ele até tentou prender o Pum por um tempo, mas chegou uma hora que não teve jeito e o Pum acabou escapando na chuva. Essa combinação de Pum e chuva não deu muito certo, pois o cheiro era insuportável e, outra vez, o menino levou uma bronca da mãe.

Dia de festa? Sem chance! Tinha que prender o Pum porque “Soltar o Pum em dia de festa é falta de educação”, alertava o pai. No natal do ano passado em que o Pum escapou e acabou sujando a calça da tia Clotilde (essa adorava soltar o Pum também), o menino, cansado de levar a culpa, disse que tinha sido o irmão. Na verdade, essas broncas na visão do menino eram injustas porque: “Todo mundo sabe que não dá para prender o Pum por muito tempo porque ele não gosta de ficar preso e acaba escapando, a gente querendo ou não”. Tá certíssimo. Uma hora escapa mesmo.

Enfim, essa é um tipo de história simples que já no título desperta a curiosidade. Além de nos remeter as peripécias comuns na infância, ao virarmos as páginas, a tal palavra, empregada em frases cheias de trocadilhos, descontrai/diverte crianças de todas as idades. Soltar o pum nunca foi tão divertido.

Conheça melhor a autora: clicando aqui

Ilustrador:Saiba mais Aqui

download (9)

 

 

Apresentação2

 

Sobre começar o dia…

Olá!

Acordei hoje por volta das seis da manhã.  Tomei café com meu marido,ele foi para o trabalho e eu já fui me programando para estudar e fazer as tarefas domésticas que estão sempre ali, não importa o quanto você faça um pouco todo dia. Elas sempre estarão lá esperando por você.

Faço minha oração, converso um pouco com Deus na esperança que os planos que ele tem para mim sejam os mesmos que eu quero realizar. Nem terminei ainda quando ouço um chorinho e um mamãe vindo do quarto.

Jesus! Ela já acordou? Mas ontem ela dormiu tão tarde (na verdade eu desmaiei na cama antes de vê-la adormecer). Eu preciso estudar, preciso assistir os vídeos da faculdade…. Começo meu desespero matinal…

Dou aquela disfarçada na esperança que ela durma. Vou ao quarto e coloco a chupeta que havia caído no chão (Sem lavar mesmo gente. E tá, minha filha de três anos ainda usa chupeta para dormir).

Saio do quarto e quase faço outra oração para que ela volte a dormir, mas não tem jeito. Ela realmente não quer dormir mais. Ao contrario de mim que dormiria por mais uns três dias para repor as energias,ela está ali firme e forte para mais um dia de descobertas e aventuras. E eu agradeço por isto. Muito!

Já acordou filha? Não custa perguntar né…

Levo ao banheiro, ela faz xixi (finalmente no vaso sem o bendito penico rosa).

Estou meio  de mal humor e muito,muito cansada. Lembro de um texto que diz que é difícil ser uma boa mãe quando se está cansada. E é mesmo. Alias quando se está cansada é difícil fazer qualquer coisa bem. Eu queria mesmo estudar, na verdade eu precisava. E aí vem ela com seu jeito matuto e me agarra, me dando um abraço de quem não está nem aí para as minhas obrigações diárias.

Não resisto a este abraço! Me viro e faço uma gracinha qualquer.

Helena sorri!

Vamos começar o dia filha! Vamos começar o dia!

E lá vamos nós!

alarm-clock-2116007__340

♥♥

Detox Digital ?

Olá!

Já escrevi aqui no blog o quanto eu gosto de ficar online e o quanto o celular é importante para mim pois me possibilita ficar conectada com o mundo,já que eu fico basicamente em casa com minha filha.

Porém até mesmo alguém que gosta tanto do mundo virtual precisa reconhecer quando as coisas saem do eixo e o prazer começa a virar vício.  Eu ficava aflita quando a  bateria  do aparelho acabava e usava  o celular mesmo carregando ( o que é um perigo).

 Fazendo uma faxina nos armários aqui de casa que eu percebi que estava parando de fazer muitas coisas para estar o tempo todo conectada. Resolvi então que só vou ligar o celular depois do meio dia.Como tenho o whatzapp e o chip do meu celular em aparelhos diferentes, quem precisar realmente falar comigo, que o  faça a moda antiga. Fazendo uma ligação!

Não desfiz do meu Facebook (Instagram eu não uso), mas tirei o aplicativo do meu smarphone e não vou mais postar nada por um bom tempo. Não sou do tipo que posta muitas coisas nas redes sociais, mas perdia muito tempo espiando a vida alheia ou mesmo comentando posts , inclusive arrumando brigas virtuais.

Quando o relógio marcar 20 horas,celular desligado… E só ligo no dia seguinte ao meio dia como eu falei.

No mais, eu vou me dedicar a coisas bem mais importantes e  fazer um verdadeiro detox virtual. Quando a gente fica muito tempo nas redes sociais,  vai enchendo a cabeça de milhares de informações, a maioria delas completamente inútil.

Não é nada fácil porque me acostumei tanto… Porém os ganhos são notáveis!

Quem sabe não é hora de você também fazer um detox virtual ?

♥♥

 

business-3219268__340